• logo

Tecnovia nomeada para os Prémios CONSTRUIR 2017 na categoria de Construção, Internacionalização

PremiosConstruir2017A nomeação para os Prémios CONSTRUIR 2017, na categoria Construção, Internacionalização, é um reconhecimento do trabalho desenvolvido pela TECNOVIA nos mercados internacionais.

25.10.2017

Os Prémios Jornal Construir, este ano na 10ª edição, foram criados com o objetivo de homenagear e celebrar o esforço e talento de empresas e profissionais dos diversos sectores da Construção.

Os nomeados nas 17 categorias dos Prémios Jornal Construir, foram selecionados pela redação do jornal CONSTRUIR, cabendo a decisão final dos vencedores aos assinantes e aos subscritores da newsletter diária do Jornal, segundo uma média ponderada de 60% - 40%.

As votações decorrem até dia 31 de Outubro no endereço prémios.construir.pt, sendo os vencedores revelados no dia 16 de Novembro de 2017.

A internacionalização da Tecnovia ganhou, em 2017, um novo impulso e desenvolvimento, com o alargamento a novos países e a consolidação da carteira nos países onde já operávamos: 

- Na BOLÍVIA estamos a construir um velódromo, hotel, pistas de atletismo, campos desportivos, entre outras estruturas, integradas na Vila Desportiva de Cochabamba, um projeto dos Jogos Desportivos Sul Americanos.

- No PANAMÁ estamos a executar uma obra de geotecnia, com impacto na qualidade de vida população local.

- No EQUADOR estamos a executar duas empreitadas e aconsolidar a nossa presença neste país.

- Em ANGOLA ganhámos obras emblemáticas, noemadamente a reformulação do Nó da Samba em Luanda, a reabilitação da zona da batalha do Cuito Cuanavale e a conceção-construção da ETAR de Capari.

- Em CABO VERDE estamos a reabilitar a pista do Aeroporto da Ilha da Boavista.

- Na GUINÉ CONACRI estamos a executar um contrato de produção de agregados.

Esta nomeação é um motivo de congratulação e de reconhecimento do trabalho desenvolvido pelos nossos colaboradores, que com a determinação, o empreendedorismo e a resiliência que nos caracteriza, levam o bom nome da TECNOVIA e da engenharia portuguesa aos quatro cantos do mundo.